Arquivos do Website:

Qual a diferença entre (seguro) previdência complementar PGBL e VGBL?


PGBL significa Plano Gerador de Benefício Livre. É um produto que funciona como uma Previdência Complementar para a sua aposentadoria. Você realiza pagamentos periódicos para o plano, que são aplicados em um FIC (Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Especialmente Constituídos). O dinheiro que você depositar vai acumulando ao longo do tempo e rendendo um pouquinho de juros. Quando chegar o tempo que você determinou para fazer o resgate do seu dinheiro, você poderá optar por receber todo o dinheiro de uma vez só ou em quantias mensais.


 
 
O PGBL tem grandes vantagens para quem faz a declaração do imposto de renda através do formulário completo, pois é possível fazer a dedução do valor das contribuições realizadas ao plano da base de cálculo do Imposto de Renda, até o máximo de 12% da renda bruta anual, porém, quando o cliente fizer o resgate ou recebimento do benefício, o IR incidirá sobre todo o montante recebido. Confira no site da SUSEP, explicações mais detalhadas ao consumidor para a contratação ou portabilidade de plano PGBL.

VGBL significa Vida Gerador de Benefício Livre. O VGBL é parecido com o PGBL, e foi desenvolvido tomando como base o PGBL. Trata-se de um plano de seguro de pessoas com cobertura por sobrevivência, com características de um plano de previdência. É praticamente igual ao PGBL, você deposita periodicamente um valor estipulado, esse valor vai acumulando e ganhando uma pequena porcentagem de juros ao longo do tempo. Quando chegar o tempo para o resgate, você poderá optar por receber todo o dinheiro de uma só vez ou recebê-lo em parcelas mensais.

A grande diferença entre o PGBL e o VGBL está na tributação fiscal conferida a cada um deles. No PGBL há incidência de imposto de renda sobre o total resgatado ou recebido como renda; quer dizer que será cobrado o imposto sobre o dinheiro que você depositou e mais o que rendeu (Ex: R$ 5.000 + 300 de lucro, total R$ 5.300 reais. será cobrado imposto desse total)! Já no VGBL você só paga imposto sobre os rendimentos (lucros) do plano (conforme legislação vigente e opção de tributação escolhida por você).

O Plano VGBL é mais indicado para quem faz declaração simplificada ou não é tributado na fonte, como os trabalhadores autônomos, por exemplo. Investidores que já excederam o limite de dedução do imposto de renda no plano PGBL, por exemplo, e querem investir mais dinheiro no seu futuro financeiro, também podem optar pelo plano VGBL. Confira no site da SUSEP, explicações mais detalhadas ao consumidor para a contratação ou portabilidade de plano VGBL.

Até já!